20.9.07

Crooked Little Vein é o primeiro romance de Warren Ellis, um dos meus escritores de quadrinhos preferidos. O livro conta a história de Michael McGill - um detetive particular que é um ímã para coisas estranhas - que é contratado para encontrar a outra constituição americana, um livro que tem o poder de formatar a mente de quem está presente quando é lido.

A premissa é interessante, mas a execução deixa a desejar. O livro diverte, mas tem dois problemas: a natureza episódica e uma tese muito explícita. A constituição é um MacGuffin óbvio e Ellis o usa para pendurar quase todos os tropos da ficção de detetives. A cada capítulo, McGill e sua ajudante encontram uma subcultura diferente, testemunham algo bizarro, ouvem de membros dela que o underground é o mainstream e partem para outra. Talvez quem não acompanhe o blog de Ellis se surpreenda com as bizarreiras, mas nenhuma grande novidade para mim.

Comparando com os quadrinhos do autor - ou com suas histórias curtas - o romance tem pouca novidade a oferecer, mas diverte. Eu, puta que sou, já estou esperando o próximo, cujos trechos que li são bem mais promissores.

15.9.07

Uma das experiências que desejo ter na minha vida é ter um terno feito sob medida.